[TEASER] THE JACKAL, QUARTA PARTE DO CAPÍTULO 1 DO LIVRO


PARTE IV - 06/08/2020

De acordo com a história que foi explicada ao Jackal, "Hungry Like the Wolf" foi um "single" musical lançado em 1982 nos EUA pela sensação britânica do "new wave", Duran Duran. O vídeo, evidentemente elaborou um tema de Indiana Jones — o que quer que fosse — foi colocado em rotação intensa na “MTV”, e esse “programa de televisão” levou a música para as paradas da Billboard e a manteve lá por meses.
Enquanto sussurrava através de um dos inúmeros túneis subterrâneos do campo prisional, ele ouviu a música e revisitou esse pequeno trecho, como se estivesse relendo um livro que havia memorizado. Mas essa era a natureza da informação aqui em baixo. A mente ansiava e agitava a informação, mas raramente havia algo novo. Assim, era preciso repetir as coisas, assim como seu companheiro preso repetia a música naquele toca-fitas "cassete". 

Seguindo em frente, Jackal estava nas sombras enquanto seguia o pequeno refrão ecoando nas paredes úmidas de pedra. Ele lembrou que havia falado do "vídeo". Simon Le Bon, evidentemente o vocalista, estava vestido com um terno de linho claro e passara por muitas ruas movimentadas em um local tropical. Depois do qual ele havia entrado na selva e entrado em um rio.... o tempo todo sendo perseguido por uma mulher bonita — ou era o contrário?

Olá, drama e intriga.

E como ele sentia falta do mundo exterior. Cem anos após seu encarceramento, o mundo acima, a liberdade, o ar fresco... eram como o som distorcido dessa música: entorpecido com o passar do tempo e com a falta de atualização em tempo real.

Jackal fez uma curva e entrou no bloco de celas ao qual fora designado há muito tempo. As gaiolas barradas nas quais eles foram relegados a habitar eram colocadas em intervalos na rocha, embora os portões de cada um permanecessem abertos. Com os guardas rondando, monstros no escuro, não havia necessidade de trancar nada. Ninguém se atreveu a sair.

A morte seria uma bênção em comparação com o que o Comando faria com você se você tentasse escapar.

A fonte da música fantasmagórica, agora chegando ao final de sua execução, era de três celas, e ele parou no arco do prisioneiro em questão. "Você é pego com isso, e eles vão—"

"Fazer o quê? Jogar minha bunda na cadeia?”

O homem que falou estava reclinado em seu palete, seu corpo enorme em uma expansão relaxada, nada além de um pano amarrado ao redor de seus quadris, escondendo seu sexo. Olhos amarelos e sem piscar olhavam para cima da horizontal, e o sorriso malicioso mostrava presas longas e afiadas.

Lucan era um filho da puta lacônico, um pouco malvado e talvez não confiável. Mas comparado a muitos outros, ele era um príncipe de homem. "Apenas cuidando de você." Jackal acenou com a cabeça para o toca-fitas prateado e preto que estava escondido no lado do homem.

"E sua pequena máquina."

"Todo mundo está no Hive [BDL: pode ser traduzido por “colméia”, mas não mudei pois não sabia a origem da palavra na história], incluindo os guardas."

"Você joga demais os dados, meu amigo."

"E você, Jackal, é muito respeitado por regras." Quando a música chegou ao fim, Lucan apertou o botão de rebobinar e houve um zumbido. Então a música suave começou de novo. "O que você vai fazer quando a fita quebrar?"

O homem com o alter ego deu de ombros. “Eu tenho agora. Isso é tudo que importa."

Os Wolven eram uma subespécie complicada e perigosa, e isso era verdade se estavam soltos para vagar a noite lá em cima ou presos aqui na prisão. Mas o Comando tinha uma solução para manter o outro lado do homem sob controle — e era a mesma coisa usada para todos os prisioneiros. Um pesado colar de aço estava trancado em volta da garganta grossa do macho, impedindo-o de desmaterializar ou mudar.

"Melhor correr, Jackal." Um daqueles olhos amarelos piscou. "Não quero ter problemas."

“Apenas abaixe essa coisa. Não quero ter que resgatá-lo.”

"Quem está pedindo para você?"

"Peso na consciência."

"Eu não sei sobre isso."

"Sortudo. A vida é muito mais complicada com elas.”

OBSERVAÇÃO: PRONTOS OU NÃO, VAMOS CONHECER UM WOLVEN EM THE JACKAL! NEM TÔ SURTANDO...

0 comentários:

Post a Comment

 

BDL no Facebook

Siga o @BDaggerLovers

Instagram @blackdaggerlovers